14 de dezembro de 2012

✿ Capítulo 32 ~ The Love Always Wins


Talvez



Dei dois passos fora da barraca e voltei, estava definitivamente uma bagunça ali. Revirei todas as coisas atrás do meu celular, o peguei e sai. 

    Fui atrás de alguma coisa pra comer, eu estava morrendo de fome. Alguém já havia levantado e arrumado algumas coisas em cima de um mesa para os outros, quem, eu não fazia ideia. 

     Amanhã, meus pais colocariam os pés no Canadá, eu esperava que fosse para fazer uma pequena visita para mim e para a minha avó, mas eu sabia que não era isso. Eu só queria acreditar que era, pra ver se essa angústia me deixaria em paz.

     Senti alguém me abraçando por trás... Justin.
Você: Oi amor.
Justin: Da beijo.

   Esse garoto é incrível.

Justin: Porque acordou tão cedo?
Você: Isso é cedo pra você?
Justin: É.
Você: Ta com fome?
Justin: Tô.
Você: Então se sirva.
Justin: Achei que a minha linda namorada ia dizer que fazia um sanduíche pra mim.
Você: Só achou amor da minha vida.
Justin: Você é uma namorada muito má.
Você: Você acha? Hein?

      Eu ia falando e entre cada palavra dava um beijo nele. Eu tinha que aproveitar o agora, porque não sei o que me traria o amanhã. Justin foi ao banheiro e eu fui arrumar um lugar pra sentar. 

     Parei pra pensar que talvez eu não merecesse tudo aquilo, talvez eu não pertencesse á esse mundo. Esse mundo aonde eu encontrei pessoas legais, verdadeiros amigos, e um namorado perfeito.

     Justin interrompeu meus pensamentos gritando meu nome.
Justin: SeuNome!!! Seu celular tá tocando.
SeuNome: Que droga. Traz pra mim, por favor.
Justin: É a sua avó.
SeuNome: Minha avó? Nossa, que ótimo. - fui sarcástica.

     Peguei o celular da mão do Justin, e atendi.
SeuNome: Alô.
SuaAvó: Bom dia. Te acordei?
SeuNome: Não vó, eu tava acordada já.
SuaAvó: Seus pais já chegaram.
SeuNome: Quê?!?!?! Eu acho que não ouvi direito, como assim, eles não iam chegar só amanhã?
SuaAvó: É, era, mas eles se adiantaram um pouquinho. Você pode vir almoçar com nós hoje?
SeuNome: Eu sou obrigada a ir né?
SuaAvó: É.
SeuNome: Eu vou, mas o Justin vai também.
SuaAvó: Ok SeuNome, mas você que explique tudo para os seus pais sobre estar namorando.
SeuNome: Eles estão ouvindo a conversa?
SuaAvó: Não mais. Estão lá pra cima.
SeuNome: Tá, eu vou chegar só perto do meio-dia, falou?
SuaAvó:: Ta bom, eu aviso a eles.
SeuNome: Até depois, tchau.
SuaAvó: Tchau.

      COMO ASSIM? Era só o que eu sabia me perguntar, não era pra eles virem hoje, eles não podiam ter vindo hoje. Mas eu devia ter imaginado, porque não dá nem duas horas de avião, porque eles deixariam pra vir amanhã, né?

    Fiquei paralisada fitando o chão, nem me lembrava mais que Justin estava ali parado do meu lado.
Justin: SeuNome? Ei?
SeuNome: Desculpa.
Justin: O que tá acontecendo?
SeuNome: Meus pais.
Justin: O que tem eles?
SeuNome: Já estão aqui.
Justin: Como assim, acho que eu não ouvi direito.
SeuNome: É isso mesmo eles estão aqui.
Justin: Finalmente vou conhecer meus sogros.
SeuNome: Só você mesmo pra me fazer pensar em algo bom com eles aqui.

    Justin me beijou e depois me abraçou bem forte, aquele abraço que te passa segurança sabe. Ele tinha o dom de me botar pra cima, de me fazer sorrir mesmo nas piores horas. De me fazer feliz. 

    Eu só queria passar o resto dos meus dias com ele, casar com ele, ter filhos, envelhecer junto com ele, talvez isso fosse bobagem minha e ele nem pensasse assim, mas era o que queria, e quando eu quero alguma coisa...

JustinON

    Aquela garota linda, maravilhosa, ali; nos meus braços, minha. Eu não fazia ideia de como tinha a conquistado assim, porque ela era tão especial, tão diferente das outras.

    Tantos garotos por aí bem melhores financeiramente do que eu, cheios de roupas de marcas, com os carros do ano. Mas por um lado eu até sabia, ela não era desse tipo, como já me toquei, ela era bem diferente de qualquer outra.

    Os interesses dela, eram diferentes, sei lá, nem sei se ela tinha interesses. Ela nunca reclamou de nada meu, nem das minhas roupas, muito menos do meu carro, que com certeza, não era do ano.

     Ela passou o resto da manhã pensativa, e enfiada dentro da nossa barraca arrumando as coisas. E que modéstia a parte, tava muito desorganizada. 

    Eu, igual a um vadio jogado em uma rede. Quando me dei por conta da idiotice que eu estava fazendo, fui lá tentar ajudá-la, mas já estava tudo arrumado. Cheguei lá e ela jogou uma mochila pra mim, e depois a outra.
Justin: Você é rápida.
SeuNome: Você acha?
Justin: Claro, você arrumou tudo isso aí muito bem, sozinha, e rápido.
SeuNome: Hum, agora me da um beijo aqui, e leva logo essas mochilas lá pro carro. Ah, e troca essa roupa aí, ou já esqueceu que vai almoçar com os meus pais, e que vai ser a primeira vez que vai ver eles?
Justin: To vendo que você melhorou seu humor.
SeuNome: Pior que não, apenas aprendi a esconder ele. - ela sorriu, sem mostrar os dentes, falsamente.

     Dei um beijo nela, como ela havia pedido, e levei aquelas mochilas pro carro. Troquei de roupa e arrumei meu cabelo. Eu tinha que causar uma boa impressão, e se fosse de garoto sério e trabalhador, melhor ainda.

    Quase meio-dia, nos despedimos de quem já estava acordado, e que eram poucos porque tinha muita gente dormindo ainda, e saímos dali do camping pra ir pra casa da SeuNome.

     No caminho, senti que comecei a ficar nervoso, e então resolvi perguntar pra SeuNome se ela estava nervosa, não ia querer chegar lá apavorado, dar uma de namorado cagão logo de cara com os pais dela, ainda mais pra uma coisa tão simples.
Justin: Amor?
SeuNome: Fala. - disse ela olhando pela janela.
Justin: No que você está pensando? - demorei alguns minutos pra perguntar.
SeuNome: To pensando que eu to com saudade da minha mãe. E que me toquei disso só agora. Nossa, eu sou mais insensível do que pensei que fosse.
Justin: Você tá nervosa?
SeuNome: Porque eu estaria?
Justin: Sei lá, de me apresentar pros seus pais.
SeuNome: Quanto isso tá tranquilo, só tenho medo de como eles vão reagir, porque tipo, eu nem liguei pra minha mãe pra contar de você nem nada.
Justin: Olha aí, chegamos.

     Nós estávamos bem na frente da casa dela, estacionei o carro vagarosamente. Vi que a expressão no rosto dela não era das melhores. Um momento depois me deparei em frente a porta, ela bateu e nós esperamos alguém vir atender.

-------------------------------------------------------------
Oi. Voltei, saudades?
Beijo gatas!!

     

14 comentários:

  1. demorou ein?!, desculpa a pergunta mais o que aconteceu??
    tava com muitas saudades!! bjss..

    ResponderExcluir
  2. Saudades? UM MAAAAAAAR DE SAUDADES
    a IB tua e da Tati,são as uma das poucas que eu leio que eu amo muito, porque tipo vocês escrevem supeeer bem.
    Finalmente volteou (: , amo suas IB, e esse capítulo fico D+...
    Parabéns e obrigado por ter voltado, haha s2

    ResponderExcluir
  3. até que enfim ein, tava com saudades rs continua eu amo sua #Ib

    ResponderExcluir
  4. cara tem noção do quanto eu te esperei? pqp, POOOOR FAVOR não demora mais tanto assim, sério meuuu deus, amo demais a tua IB contiinuaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  5. Claro que eu tava com saudades, você sumiu. Mas o capitulo ficou muito bom, continua.

    ResponderExcluir
  6. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH MEU DEUS VOCÊ VOLTOU NEM ACREDITO ! AAAH MAN QUE SAUDADES DE VOCÊ ! CONTINUA PELO BIEBER AMADO !

    ResponderExcluir
  7. ameiiiii tava com saudades de vc sim sua diva! *-* ta perfeita continua viu? ^-^

    ResponderExcluir
  8. Cara, sua imagine é a da Tati são as melhores, vocês deviam escrever 1 livro. De boa véi, vocês tem muito talento, escrevem super bem!

    Escreve logo pelo amor de bieber, to muito curiosa! Kk

    Beijo sua linda :*

    ResponderExcluir
  9. amo sua ib, continua amor por favor!!!!

    ResponderExcluir
  10. vc é tudo de bom, ótima escritora!
    sinto tantas emoções quando leio sua imagine, vc nao tem ideia! bjo continuaaaaaa ♥

    ResponderExcluir
  11. Ai ainda bem que vc postou estava morrendo de saudades,continua por favor vc escrever muito bem, parabéns!
    @VavaBelieber

    ResponderExcluir
  12. MELHOR IMAGINE QUE EU JÁ LEI *O* PERFEITO DEMAIS
    TO VICIADA NESSES IMAGINE , *O*
    MUITOOOO BOM .

    ResponderExcluir